O Profeta Habacuque e a confiança em Deus – resumo da lição.

Essa semana estudamos o profeta Habacuque. Tem sido um experiência e tanto para mim estudar os Profetas menores, pois nunca os havia lido antes quando católico (aliás, eu não lia a Bíblia de maneira geral).

O livro de Habacuque possui apenas 3 capítulos e o texto traz, também, três grandes verdades para nós:

  1. A sua história revela que lutar com a dúvida pode ser parte constante da vida cristã;
  2. Deus nos dá abertura para que cheguemos a Ele e apresentemos as nossas dúvidas e questionamentos;
  3. A história em si é um exemplo de como os cristãos podem aprofundar a fé em momentos de dúvida.

Hoje testemunhamos tanta violência e injustiça que chegamos a ficar calejados. Alguns nem se espantam mais, achando normal e que o mundo é assim mesmo. Talvez esteja aí a linha divisória daqueles que amam a Deus e aqueles que não acreditam em Deus. Os ateus perguntam: “como pode existir um Deus  se o mundo está como está? Se existe, deveria fazer alguma coisa. Como nada está sendo feito…”

Para nós, que acreditamos em Deus e assistimos o mundo cada vez mais violento podemos entrar em dúvida como o profeta entrou, e como Habacuque devemos confiar em Deus.

Habacuque foi sincero ao questionar a Deus o motivo do Seu silêncio (Hc 1). O início do livro mostra Habacuque falando com Deus sobre o povo, e não com o povo sobre Deus. É um livro que nos instiga a falar com Deus, a depositar em Deus as nossas angústias e dúvidas. Muitas vezes fazemos isso quando perdemos alguém que amamos ou mesmo alguma coisa que amamos. Mas ao colocar essas questões nas mãos de Deus, um conclusão é certa: Deus ama a justiça e odeia a opressão (não o opressor!). Aí cabe a pergunta: confiamos na justiça de Deus? Melhor, nós entendemos como funciona a Justiça de Deus?

Assim como Habacuque, as vezes ficamos confusos. O profeta questiona como um povo tão ímpio poderia castigar o povo de Deus? Onde está a justiça divina nisso? Deus responde a Habacuque revelando Seus planos futuros. Às vezes não entendemos como coisas ruins acontecem com pessoas boas. um amigo meu uma vez disse: “Uma coisa ruim só é ruim porque acontece com uma pessoa boa, porque quando acontece com uma pessoa ruim, a coisa ‘ruim’ se torna ‘justiça'”. O ponto dele era justamente uma crítica de como a nossa justiça é falha. Ao ler o diálogo entre Habacuque e Deus, vemos a frase:

“O Justo viverá pela Fé”

Em Habacuque já vemos uma expressão da essência do Evangelho: pela fé me Jesus Cristo, recebemos a justiça de Deus, ela é creditada a nós e se torna nossa. Isso é conhecido como justificação pela fé.

Não podemos perder o ânimo, não podemos perder a fé. A Bíblia nos apresenta várias histórias de homens e mulheres que morreram antes de ver o cumprimento das promessas de Deus. Pessoas que foram humilhadas, perseguidas, escravizadas e mortas, mas que nem por isso perderam a esperança de que Deus está no comando. Nós não passamos por nada disso às vezes, e ainda assim duvidamos… Apocalipse 14:12 nos aconselha a ter a “paciência dos santos”. Apesar das aparências nos enganarem, Deus está presente e sabe de cada passo que damos, pensamento que passa pela nossa cabeça e sentimento pelo nosso coração, NÃO PODEMOS nos esquecer disso!

Precisamos ter sempre contato com a Palavra de Deus para que não fiquemos calejados com as coisas do mundo, ao contrário, precisamos ser sensíveis ao mundo assim como Cristo o foi. Temos que aceitar os caminhos de Deus, ter consciência do Seu poder e “Esperar no Senhor“! As injustiças do mundo não podem nos desanimar ou derrubar, mesmo que aconteçam conosco. Outrossim, devemos nos alegrar! Cristo nos exorta a sentir essa alegria que Habacuque sentiu quando diz:

Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima. (Lc 21:28)

O povo de Deus precisa encorajar um ao outro a meditar sobre os atos passados de Deus e sobre as Suas promessas para o futuro. Como o profeta temos que ter alegria no Senhor, o Deus da nossa Salvação. Mesmo que caia o mundo, podemos sentir paz porque temos Deus conosco. A fé de Habacuque permaneceu intocada, mesmo na iminência da invasão babilônica.

Habacuque confiou em Deus mesmo sem sinais imediatos de salvação, sem saber se estaria vivo ou não no momento do cumprimento da promessa de Deus. A história de Habacuque nos ensina que precisamos ter a paciência do santos, ter fé no evangelho de Cristo, e viver por essa fé.

Que Deus nos abençoe.

Rodrigo S. Oliveira.

About these ads

Publicado em 25 de maio de 2013, em Meditações, Reflexões, Teologia, Textos, Vídeos e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 25 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: